Consumidores

Como descongelar frango com segurança e praticidade

Se você não segue um planejamento bem definido para o seu cardápio semanal, provavelmente já passou por algum perrengue de chegar na hora de cozinhar e ver que não tirou as carnes do freezer — e, com isso, atrasou tudo ou teve que dar aquela famosa improvisada. 

Você sabia que existem alguns cuidados que devem ser tomados ao descongelar os alimentos, de forma a evitar contaminações? 

Pensando nisso, resolvemos elaborar este artigo para mostrar como descongelar frango com segurança e apresentar uma excelente alternativa que vai ajudar você a evitar esses imprevistos. Continue conosco e saiba mais sobre o assunto!

Descubra como descongelar frango da maneira certa!

Os perigos de descongelar a carne de forma indevida

O maior risco de descongelar carne de forma indevida é fornecer um ambiente propício para a proliferação de bactérias. Isso acontece muito quando o processo é feito na pia ou com água quente, por exemplo.

Dessa forma, além de afetar a qualidade da carne, você ainda aumenta as chances de contaminar os utensílios que também estão na pia (o que só piora o problema).

Como consequência, a saúde das pessoas que vão participar da refeição também fica em jogo. 

Por isso, é importante se preocupar com a forma certa de deixar a carne pronta para o preparo.

Como descongelar frango com segurança

Você já parou para pensar em como descongelar frango da maneira certa? Geralmente, o ideal é tirar a carne do freezer na noite do dia anterior e deixá-la em um recipiente na geladeira. Porém, se você passou pelo problema de não ter planejado ou simplesmente ter se esquecido, é possível contornar o problema. 

Há, basicamente, duas formas de fazer isso com segurança e falaremos nos próximos tópicos.

1. Descongelamento com água

Coloque o frango dentro de um plástico bem vedado (de preferência à vácuo) e utilize uma bacia — ou qualquer outro vasilhame — que tenha tamanho suficiente para caber o pacote e cobri-lo totalmente de água.

O ideal é que a água esteja em temperatura ambiente e ir trocando-a a cada 30 minutos, aproximadamente. Esteja ciente de que esse processo é um pouco mais demorado e que 500g de frango pode levar cerca de uma hora e meia para o descongelamento total (podendo variar de acordo com a temperatura de sua região).

2. Descongelamento no micro-ondas

Retire totalmente o frango da embalagem original e coloque-o em um prato que pode ser levado ao micro-ondas. Posteriormente, envolva-o em um plástico que possa ser utilizado no dispositivo. Utilizando uma potência de média para baixa, programe o micro-ondas na função “descongelar”.

Assim que o ciclo terminar, verifique se ainda existem cristais de gelo, principalmente no meio ou no interior do frango. Caso ainda note algumas partes duras (ainda congeladas), continue colocando no micro-ondas, mas dessa vez em intervalos menores. O tempo necessário para concluir o processo vai depender da potência do seu equipamento e do tamanho da carne.

Se você comprou as carnes e as congelou em grandes blocos, provavelmente terá dificuldades na hora de descongelar a quantidade ideal para a refeição. Como não é recomendado voltar com o item para o freezer, corre-se um grande risco de sofrer com o desperdício. Sendo assim, planeje-se para retirar apenas as porções necessárias no momento em que elas serão preparadas. 

Conheça o sistema IQF

IQF é a sigla em inglês para Congelamento Rápido Individual. Trata-se de uma tecnologia desenvolvida para congelar os produtos individualmente, facilitando o porcionamento na hora de fazer o preparo.

Dessa forma, na prática, sempre que você comprar um frango com congelamento IQF, por exemplo, conseguirá tirar partes separadas do congelador, em vez de tirar aqueles blocos grandes — e que nem sempre serão totalmente utilizados. Já imaginou pegar apenas a quantidade certa de pedaços (ou porções) que serão preparados naquele momento? 

Os produtos que passam pelo congelamento em IQF tornam a sua rotina ainda mais prática e rápida, uma vez que são fáceis de manusear, deixam a carne ser retirada de forma dosada e soltinha e ainda evitam desperdício.

Além disso, a tecnologia IQF ajuda na preservação das características naturais dos alimentos, preservando também o sabor, a textura e a cor. 

Os principais benefícios de contar com alimentos em IQF

Adquirir alimentos com congelamento IQF, como você já deve imaginar, é uma decisão que facilita bastante o planejamento de suas refeições. Entre os demais benefícios, podemos citar:

  • mais praticidade no dia a dia;
  • redução de desperdícios (já que você só retira o que vai usar, de fato);
  • carnes soltinhas no pacote (você pode pegar somente as quantidades que precisa para cada refeição);

Vale destacar que esse sistema também é utilizado para realizar o congelamento de produtos in natura e já temperados e até mesmo de legumes (e outros alimentos que contém muita água na composição). Além do mais, ele também não altera a forma como os itens são preparados ou cozidos. 

Saber como descongelar frango é essencial para garantir a segurança no preparo e ainda preservar o sabor e a suculência da carne. Não se esqueça de que os alimentos só podem passar por esse processo uma vez — visto que a ação repetida de tirar e recolocar no freezer pode alterar as características do produto e torná-lo impróprio para o consumo. 

Gostou deste artigo? E por falar em frango, o que acha de aprender algumas receitas bem bacanas com o peito de frango? Então, você não pode deixar de conferir este artigo!

Posts Relacionados

COMPARTILHE ISSO:

2 comentários

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *