Consumidores

Tá difícil manter a dieta em casa? Confira 7 dicas que podem ajudar!

Como manter a dieta em casa depois de passar um tempinho em reclusão? Em um cenário como esse, é natural que algumas pessoas passem do ponto e acabem comendo mais do que o ideal — o que pode acontecer por tédio ou por ansiedade, por exemplo.

Apesar de parecer difícil, você pode contar com algumas medidas que ajudam a manter a alimentação em dia. Pensando nisso, resolvemos listar 7 dicas que vão ajudar você a manter o foco (a força e a fé). Vamos a elas?

1. Não estoque muita comida

Guardar comida em excesso, mesmo sendo alimentos saudáveis, pode não ser uma boa ideia. Além de correr o risco de perdê-los, devido aos prazos de validade e a perecibilidade, um estoque maior é sempre propício para dar várias petiscadas ao longo do dia — passando do ponto.

Fora isso, alimentos como verduras, frutas e legumes são mais gostosos e nutritivos quando estão frescos. Portanto, procure manter uma rotina de compra desses produtos semanalmente, por exemplo, minimizando o desperdício de comida.

2. Hidrate-se bastante

A hidratação é fundamental para manter o corpo humano funcionando corretamente e isso é ainda mais importante para uma alimentação equilibrada. A ingestão de líquidos, além de fazer bem para o organismo, os cabelos e a pele, aumenta a sensação de saciedade. Já parou para pensar que aquela fome que você sente pode ser, na verdade, necessidade de água?

Isso acontece porque o seu corpo, muitas vezes, acaba confundindo a sede com a sensação de fome, fazendo com que você consuma calorias desnecessárias. É aí que muita gente “belisca” bastante entre uma refeição e outra.

Algumas opções de bebidas, como os chás verde, branco e mate ainda oferecem o benefício de auxiliar na queima de gordura, já que aceleram o metabolismo e ajudam a controlar o peso.

3. Tente incluir a família nos hábitos saudáveis

É muito difícil manter a dieta em casa em dia quando você convive com pessoas que têm hábitos alimentares muito diferentes dos seus. Porém, com um pouco de conversa e compreensão, é possível convencer as pessoas a estarem por dentro do seu objetivo.

Procure adicionar em suas preparações uma variedade maior de verduras e legumes, substitua o óleo pelo azeite, e inclua sementes, iogurtes, queijos e mais produtos integrais na base da alimentação familiar. 

Com variedade de alimentos e algumas receitas bem saborosas, fica mais fácil fazer as pessoas comprarem a sua ideia e gostarem de consumir esse tipo de comida mais saudável, não acha?

4. Faça a sua própria comida

Comer em restaurantes pode ser tentador, principalmente com a correria que temos no dia a dia. Porém, aqui vale um alerta: com tantas coisas gostosas disponíveis nos buffets, a chance de pesar a mão, colocar comida a mais no prato e sair da dieta é bem grande.

Por isso, dê preferência por preparar sua própria comida em casa, utilizando sempre produtos de qualidade, que têm uma boa procedência. Assim, você conseguirá controlar melhor a quantidade de comida, além de saber exatamente quais foram os cuidados tomados na hora do preparo.

5. Faça pequenos lanches ao longo do dia

Muitas das vezes, uma má alimentação está diretamente ligada aos horários em que você faz suas refeições. Nesse sentido, para equilibrar a dieta, o ideal é que você tenha horários certos para comer e evite os exageros.

Está tudo bem fazer alguns pequenos lanches entre as refeições. Porém, eles precisam ser mais leves e, de preferência, com alimentos que vão ajudar a dar uma sensação maior de saciedade. 

Nesse caso, grãos como a linhaça e a chia, além de cereais como a aveia são excelentes aliados, visto que promovem mais saciedade. Com isso, as chances de assaltar a geladeira e a despensa antes da hora acabam sendo menores.

6. Coma bastante frutas, legumes e verduras

Alguns alimentos são essenciais na dieta por conterem nutrientes fundamentais para um bom funcionamento do organismo. As frutas, verduras e legumes são o melhor exemplo disso, pois são ricos em vitaminas, minerais e fibras. 

Elas podem, perfeitamente, assumir o lugar de alimentos que contém açúcar e que são prejudiciais à saúde. Quando consumidas com sementes e oleaginosas (como a castanha-do-pará), os benefícios para a sua dieta ficam ainda mais potencializados.

7. Aumente a ingestão de fibras

Ainda sobre o controle do consumo entre uma refeição e outra, incluir alimentos que têm bastante fibra na composição é algo que pode ajudar a manter a sensação de saciedade por mais tempo, pois seus nutrientes retardam a digestão, evitando que você sinta fome pouco tempo depois de comer.

Além disso, as fibras são responsáveis por regular o funcionamento do intestino, evitando que você sofra alguns sintomas causados pelo desequilíbrio intestinal, tais como: mau humor, aumento e distensão abdominal, cólicas, entre outros.

Bônus: tenha disciplina

Não adianta. Quando falamos de manter a dieta em casa, disciplina é a palavra de ordem. É meio óbvio oferecer uma dica como essa, mas o autocontrole é essencial para que você não jogue os seus esforços pelo ralo.

Antes de sair atacando a despensa e a geladeira, tente buscar a origem dos sentimentos que trazem à tona esse impulso de comer e o que pode ser feito para minimizá-los. Ao fazer essa espécie de autoanálise, fica mais fácil se controlar e evitar quebrar a sua rotina de alimentação.

No caso da ansiedade, por exemplo, desenvolver uma atividade que requer foco ou mesmo se distrair com qualquer outra coisa (como uma série) pode ser algo que ajuda bastante. Redirecione seus pensamentos e evite notícias ruins e pessoas tóxicas. 🙂

Manter a dieta em casa é, para muitas pessoas, um grande desafio. De fato, é preciso ter bastante controle para não sair comendo aquele tanto de comida gostosa que está ali disponível. Porém, nessas horas, além de colocar em prática a lista de dicas, vale a pena pensar em todo seu esforço feito até o momento. Não vale a pena se manter firme?

Nossas dicas foram úteis para você? Aproveite para compartilhar o conteúdo em suas redes sociais. Quem sabe não tem outras pessoas que também precisam se controlar para não furar a dieta?

Posts Relacionados

COMPARTILHE ISSO:

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *