Revendedores

Fachada de mercadinho: 7 dicas para montar a sua!

Na hora de planejar a fachada de mercadinho, é preciso pensar em várias questões que vão além da beleza. Afinal, é por meio dela que os clientes têm o primeiro contato com o seu estabelecimento. O ideal é pensar como se fosse um cartão de visitas, dando atenção aos detalhes.

Neste artigo, listamos 7 dicas valiosas que vão ajudar você a entender melhor quais aspectos precisam ser  considerados na hora de planejar a sua fachada. Quer saber quais são elas? Então, continue conosco e confira a seguir!

1. Elabore um estudo do local

Dedique um tempinho para avaliar a região onde seu estabelecimento se encontra e o que as outras empresas estão fazendo em volta. A partir daí, fica mais fácil saber o que você quer (ou não) adotar na fachada do mercadinho e, principalmente, quais elementos podem ajudar a sua loja a se destacar.

A maior vantagem de fazer isso é poder avaliar o que o comércio, em geral, aplica e, a partir daí, definir o que você pode adotar para se diferenciar. Dessa forma, aumenta-se as chances de chamar a atenção do público.

2. Observe o que os concorrentes fazem

Já que estamos falando de observar o comércio da região, outra estratégia muito valiosa é avaliar o posicionamento dos seus concorrentes diretos (e isso vale para todas as etapas na hora de montar o mercado).

Procure ver o que eles estão fazendo de bom e veja como isso pode ser adaptado e implementado em seu negócio — esse processo é conhecido no mercado como benchmarking.

Não se trata apenas de copiar o que os outros estão fazendo, mas sim de aprender com eles e ter mais inspiração a respeito do que tem grandes chances de funcionar. Também é uma boa estratégia para evitar cometer erros que outras empresas já enfrentaram e constataram a ineficácia.

Nesse caso, observe alguns elementos como:

  • a forma como a comunicação é feita;
  • as cores utilizadas;
  • os detalhes;
  • os diferenciais.

3. Entenda o comportamento do seu público-alvo

Vale a pena dedicar um tempinho para observar o comportamento das pessoas na região. Veja como esses consumidores interagem com o comércio local e, se possível, faça uma pesquisa de opinião.

Você pode questionar algumas coisas como:

  • com que frequência eles compram;
  • o que levam em consideração ao entrar em um estabelecimento;
  • se prestam atenção na fachada;
  • se a fachada do mercadinho seria um dos fatores que despertaria o interesse para entrar na loja.

4. Saiba o que é proibido ou liberado

Antes começar o planejamento de como será a fachada, busque informações com a sua prefeitura. Há legislações regionais que determinam possíveis restrições em relação aos materiais que podem ser utilizados, como as propagandas devem ser feitas, as formas que devem ser evitadas, quais tipos de placas ou letreiros podem ser instalados, entre outras coisas.

Isso é importante para ficar de acordo com a regulamentação e evitar a aplicação de multas — que vão render um prejuízo duplo: além de ter que arcar com o pagamento dessa penalização, você terá que investir em novas formas de comunicação.

5. Adeque a fachada com a identidade visual

Já partindo para a definição do layout, está na hora de pensar no visual que você deseja aplicar na fachada. Aqui, deve-se pensar nas cores, nos escritos e no tipo de comunicação que será passada para o público.

Se o seu negócio ainda é novo na região, não se esqueça de incluir elementos que indiquem com o que você trabalha. Assim, as pessoas já saberão que se trata de um mercadinho no primeiro contato — e, com uma estética atraente, ficarão mais curiosas e vão querer entrar para conhecer a nova loja.

Porém, vale destacar que além de um visual bonito, ele precisa estar coerente com a sua identidade visual. Em outras palavras, se o seu logo tem as cores vermelho e branco, por exemplo, não faz sentido utilizar muito azul na fachada, não é?

6. Fique atento à poluição visual

A fachada de mercadinho pode ser aproveitada para passar informações rápidas para o público e atrai-lo para o interior da loja. Então, faz sentido que se inclua diversos dados na frente, certo? Depende.

Há algumas informações que realmente são necessárias, mas você deve ter o cuidado para não criar uma poluição visual — com muita coisa amontoada. Isso dá o efeito contrário: deixa as pessoas confusas e pode afastá-las do seu estabelecimento.

Portanto, tome cuidado com a quantidade de elementos utilizados e, principalmente, como eles serão distribuídos pela fachada. Algumas dicas que vão ajudar a evitar alguns erros envolvem:

  • escolha as informações mais importantes;
  • utilize cores que combinem;
  • evite o excesso de materiais para propaganda.

7. Invista em cartazes com promoções

Por falar em propaganda, já pensou na possibilidade de usar cartazes na fachada da sua loja? Essa estratégia é excelente, já que não tem um custo elevado, pode ser feito com rapidez e ainda ajuda a divulgar as ofertas e outras novidades que você coloca no mercadinho.

Como bônus, isso ajuda a atrair novos clientes para o seu estabelecimento. Combinada a uma loja organizada e um atendimento de qualidade, as chances de tornar os visitantes em consumidores são bem maiores — sem contar na possibilidade de fazê-los virar um público fiel, que está sempre voltando em outras oportunidades.

Se você não souber muito bem como se faz aqueles cartazes bonitos, pode contratar algum profissional cartazista periodicamente ou mesmo utilizar ferramentas online (como o Canva) para criar e imprimir essas peças. Só não se esqueça de fazer algo que esteja dentro da sua identidade visual.

A fachada de mercadinho precisa de muita atenção e planejamento, já que, como pudemos ver, existem diversas questões que precisam ser consideradas — desde as mais burocráticas e detalhistas até o visual que você quer que sua loja possua. Com essas dicas, você já tem um norte para começar a se organizar e criar um layout bem convidativo e bem-sucedido.

Gostou deste artigo e quer aprender um pouco mais sobre a gestão de mercado? Nós elaboramos um conteúdo para falar especialmente sobre o que é PDV e por que ele é tão importante. Não deixe de conferir!

COMPARTILHE ISSO:

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *